Proposta de inclusão social pela educação e trabalho é debatida em municípios do Ceará

Educação, geração de trabalho e renda, capacitação tecnológica para as micro e pequenas empresas são temas discutidos pelo deputado Ariosto Holanda com comunidades de municípios do Ceará no processo de elaboração do plano de governo de candidatos a prefeito. As propostas para a gestão são debatidas no seminário “Pensando o meu Município”, com base em cartilha de mesmo nome de sua autoria que sugere ações para o desenvolvimento do município nas áreas de educação, ciência e tecnologia, saúde, promoção social, cultura, desporto e desenvolvimento econômico.Também hoje, durante a tarde, o evento será realizado em São João do Jaguaribe (dia 30) com o candidato a prefeito Acácio Chaves e lideranças de diversos segmentos da sociedade local. No encontro, o deputado irá anunciar compromissos nas áreas de educação profissional e inclusão digital.

Amanhã, em Russas, será realizado o seminário com o candidato a prefeito Aureliano Ribeiro da Silva e a comunidade local e em seguida visita a obras com o prefeito Raimundinho. O analfabetismo educacional e tecnológico, atualmente, são os principais entraves ao desenvolvimento econômico e social, diz o deputado. “A alta concentração de renda que se observa deriva da deficiência educacional do nosso povo”, acrescenta Ariosto Holanda. Segundo ele, “o resgate da cidadania de milhões de excluídos só será alcançado com educação e trabalho”.

O seminário foi realizado este mês em Jaguaribe (dia 24), Quixeré (dia 28) e Tabuleiro do Norte (dia 29). Em Limoeiro do Norte, nesta quinta-feira, foi realizado encontro com o candidato a prefeito Paulo Duarte e o vice da chapa, Marcos Coelho com professores da rede pública do ensino fundamental, médio e superior e lideranças de setores da sociedade civil. Com feirantes da cidade, pela manhã, foi firmado compromisso de construção de um novo galpão para atendimento ao público e projeto urbanístico.

Nos seminários, Ariosto Holanda inicia a formação de grupos com lideranças da sede e distritos do município para discutir o plano, pede a indicação do coordenador do processo e sugere a criação de um conselho político para a gestão municipal. “É uma maneira diferente de fazer política, com base em propostas e ideias, que vai servir de modelo. Acredito na força e na determinação da mulher”, disse o deputado em Quixeré no seminário com a candidata a prefeita Luzimar Bandeira e a vice na chapa, Sulene Brito. As prioridades vão consolidar o plano de governo municipal.


O deputado anunciou o compromisso de colocar recursos de emenda para trazer um campus do IFCE para Quixeré. Para a geração de renda e micro e pequenas empresas, ele sugeriu a implantação de um Arranjo Produtivo Local de confecções para capacitar pessoal e desenvolver o polo de micro e pequenas empresas. O candidato a vereador Carlinhos Pipiu disse ser fruto do Núcleo de Informação Tecnológica (NIT) de Quixeré, pois graças ao fato de ter sido instrutor dos cursos de informática da unidade, foi contratado por empresa multinacional. Ele alertou que o auditório do NIT está interditado por falta de manutenção e ameaçado de fechar.

Carlinhos defendeu a irrigação nas margens do rio Velho, agora revitalizado e que os jovens em Quixeré possam ter acesso à educação superior sem sair do município. Se eleita Luzirene, Ariosto Holanda assumiu compromisso de colocar R$ 1,5 milhão de emenda para a implantação de um campus do IFCE no município.

Ariosto Holanda disse ter colocado emenda para aquisição de notebooks ou netbooks para os professores do ensino fundamental de 10 municípios do Ceará, incluindo Quixeré. O dinheiro foi depositado na Caixa Econômica Federal. A compra foi realizada pelos municípios de Jaguaruana, Russas, São João do Jaguaribe, Aracoiaba e Limoeiro do Norte. "Infelizmente, outros prefeitos não tiveram o compromisso com sua gente", ele afirmou, com relação aos que não usaram os recursos por não terem encaminhado os projetos.

Os municípios da região do Vale do Jaguaribe com terras no perímetro Tabuleiros de Russas do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) poderão ser beneficiados com as incubadoras de empresas de irrigação formadas na parceria de irrigantes com alunos egressos de cursos do ensino técnico e tecnológico. O deputado informou que a cessão de mil hectares dos perímetros foi autorizada pelo Dnocs. O projeto técnico está em elaboração por técnicos do Departamento e do IFCE. A equipe do IFCE-Dnocs elabora também o projeto do Centro de Biocombustíveis para a produção de álcool e biodiesel no perímetro Morada Nova em área autorizada pelo diretor geral do Dnocs, Emerson Fernandes.

Já em Jaguaribe, no encontro com o candidato a prefeito José Abner e lideranças locais, o deputado se comprometeu a conseguir os meios para que seja instalado, ao lado do IFCE, um polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) com cursos superiores da UFC, Uece e IFCE. Propos ainda a ampliação do IFCE e a implantação de três Centros de Inclusão Social (CID) em distritos do município.

Em Tabuleiro do Norte, foi anunciado por Ariosto Holanda o compromisso de colocar recursos de emendas para um polo da UAB ao lado do campus do IFCE, construído com emenda do parlamentar, e um Arranjo Produtivo Local do setor metalmecânico. O APL tem por objetivo fortalecer a empresas de metalurgia, uma vocação do município, desenvolver as competências locais, novos negócios, agregar valor aos produtos e capacitar a mão de obra.

O deputado anunciou os compromissos em comício ao lado do candidato a prefeito Nestor de Vasconcelos e do vice Ronaldo Malveira. Está agendado para o dia 10 de setembro o seminário “Pensando o meu Município” em Beberibe, com o candidato a prefeito Orlando Facó. 

Em Fortaleza, a proposta foi apresentada na reunião da executiva do PSB e para o grupo que elabora o plano de governo do candidato a prefeito pelo PSB, Roberto Cláudio. O deputado propõe ações que possibilitem a inclusão social por meio da educação e trabalho com a formação de uma rede de Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT) na periferia da capital cearense. Segundo ele, um povo bem educado resolve os problemas de saúde, de emprego e saúde, e ajuda a resolver os problemas da violência.