CVT de Russas garante cursos do IFCE e postula no MEC Polo Avançado do Instituto Federal no Ceará

Emenda de R$ 1 milhão vai possibilitar a criação de Centro Vocacional Cultural ao lado do CVT e integrado ao IFCE


O Ceará vai receber, em Russas, um dos 39 polos avançados do Instituto Federal da Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE) no plano da nova expansão da rede federal de educação profissional e tecnológica a ser anunciada pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, em janeiro. Os primeiros passos já foram dados com a assinatura de Termo de Cooperação Técnica no dia 7 de dezembro entre o IFCE e a Prefeitura de Russas, pelo reitor Cláudio Ricardo Gomes de Lima e o prefeito Raimundo Cordeiro, que coloca o Centro Vocacional Tecnológico (CVT) à disposição do Instituto Federal para a promoção de cursos de formação profissional e do desenvolvimento social e cultural da região.

O deputado Ariosto Holanda recebeu do coordenador do Movimento IFCE Russas, Marcelo Anderson, professor do IFCE em Tabuleiro do Norte, um abaixo assinado com 2.352 assinaturas, entre elas a do prefeito eleito Weber Araújo, que defende a doação do CVT da prefeitura ao IFCE para ser transformado em polo avançado da rede federal. O documento será entregue ainda este mês ao Ministério da Educação acompanhado de um dossiê que apresenta a estrutura física do CVT, áreas disponíveis no terreno para construção, equipamentos, atividades hoje desenvolvidas no Núcleo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e um histórico do Movimento, com a justificativa da razão para trazer o IFCE para Russas, onde mais de 600 alunos saem do município para cursar o ensino superior em municípios vizinhos.

Ariosto Holanda informou que o MEC pretende lançar no país a implantação de 39 Polos Avançados dos Institutos Federais e considerou que Russas, por já dispor de uma infraestrutura pronta para sediar cursos no CVT, preenche o requisito de desenvolvimento regional, integrado aos arranjos produtivos da indústria cerâmica local e do projeto de irrigação Tabuleiros de Russas. Em janeiro, o Movimento IFCE Russas promoverá um debate com a sociedade local e emissoras de rádio para mobilizar a comunidade em torno da ideia de transformar o CVT e Polo Avançado do Instituto Federal e implantar na área ao lado um Centro Vocacional Cultural, a ser integrado ao IFCE na mesma estrutura.

O MEC já acenou com a possibilidade de contratação de professores e bolsistas para os cursos técnicos a distância do e-TEC e do Pronatec. Outro requisito para instalação da unidade do IFCE em Russas, conforme o deputado federal que articula a criação do Polo, é a doação do CVT e terreno para o MEC. De acordo com Marcelo Anderson, esta etapa será conduzida pelo prefeito eleito Weber Araújo, que anunciou o compromisso de criar o IFCE em Russas, nas instalações do CVT. A cessão em comodato da estrutura ou doação em seguida será confirmada em lei da Câmara Municipal a ser sancionada pelo novo prefeito.

A prefeitura é dona de terreno vizinho ao do CVT que será pleiteado para a instalação de um Centro Vocacional Cultural (CVC) que já conta com R$ 1 milhão de emenda do deputado Ariosto Holanda. O projeto do CVC, que será integrado do IFCE, foi discutido por Ariosto Holanda, Marcelo Anderson e o cineasta Allan Deberton. A discussão preliminar apontou como potencial para cursos no CVT as áreas de formação em audiovisual, teatro, música, dança, Web-TV, artesanato, fotografia, etc. - o espaço será dedicado à formação, difusão e produção cultural, com cinema e teatro em palco apropriado.

O deputado informou que o governo federal quer investir na área cultural porque percebeu que a cultura gera mercado de trabalho no mundo todo, no conceito da indústria criativa. Segundo ele, o CVC poderá ofertar também cursos para a comunidade no espírito da Universidade sem Fronteiras, de Fortaleza, nas áreas de arte, religião, filosofia, formação de plateias, cineclube, artes plásticas, academia de violeiros e literatura de cordel de modo a tornar a estrutura um espaço vivo, fortalecendo o Polo do IFCE no interior, que já oferta cursos de música e teatro em Fortaleza.

O Termo de Cooperação estabelece como atribuições do IFCE designar equipe docente responsável pelo acompanhamento das atividades e cursos a serem promovidos no CVT de Russas, com professores designados, técnicos auxiliares, material didático e laboratórios específicos dos cursos ofertados. O IFCE se compromete a cobrir ainda as despesas financeiras dos profissionais sob sua responsabilidade, coordenar a divulgação, inscrições, seleção e execução dos cursos e atividades e garante a condução das atividades no espaço.

As atividades do IFCE no CVT já podem ser iniciadas, enquanto avança o processo de doação das instalações e terreno da prefeitura de Russas para o Instituto Federal, que possibilitarão ao MEC transformar a estrutura em Polo Avançado do Instituto Federal. Estabelece ainda o Termo de Cooperação Técnica da prefeitura e IFCE que o Município de Russas terá como atribuições disponibilizar a estrutura do CVT com salas, equipamentos e laboratórios, assegurar a manutenção do prédio e equipamentos, com responsabilidade pelos custos de água, energia, telefonia, internet, vigilância e serviços gerais. Prevê ainda colaboração na divulgação dos cursos e arcar com as despesas financeiras dos profissionais que estiverem sob a responsabilidade da Prefeitura de Russas.

FONTE: Flaminio Araripe